Torneamento poligonal

As conexões eixo/cubo poligonais possuem muitas vantagens, porém, até agora a produção de tais seções transversais era bastante exigente e dispendiosa. O torneamento poligonal revoluciona tudo isso. Esse processo inovador permite produzir polígonos internos e externos com uma grande variedade de formas e vértices, de forma simples, altamente produtiva, extremamente precisa e sem o uso de mecanismos especiais dispendiosos, através do torneamento. São igualmente possíveis polígonos torcidos.

Durante o processo inovador de torneamento poligonal, as ferramentas são quase tão grandes como o próprio polígono interno e são correspondentemente estáveis. A programação é muito simples e é ainda apoiada pelo ciclo de torneamento poligonal INDEX. Graças ao corte contínuo, o torneamento poligonal tanto é adequado para a usinagem de materiais macios como para a usinagem de materiais duros. O processo pode ser aplicado em todas as máquinas da INDEX e TRAUB.

Desde novembro de 2021, esses tipos de polígonos também estão normalizados.


A cinemática do processo

Em termos de forma, esses polígonos são hipotrocoides. Trata-se de curvas que são formadas quando um círculo rola dentro um círculo interno. Por essa razão, em caso de um trilátero/quadrilátero/pentágono se fala de um perfil H3/H4/H5. Algumas pessoas, talvez, ainda se recordam dessas formas dos tempos de infância: os padrões em forma de flor que são criados com um espirógrafo também são hipotrocoides.

No torneamento poligonal é aplicado o princípio do espirógrafo. Nesse caso, a ferramenta e a peça giram na mesma direção (p. ex., ferramenta no sentido de rotação direito e a peça no sentido de rotação esquerdo ou vice-versa). O polígono é formado pelo fato de a ferramenta girar mais rápido do que a peça e ambos os eixos estarem desfasados excentricamente.

Espirógrafo

Carregadores de ferramentas INDEX


Normalização

Desde novembro de 2021 que esse tipo de conexão eixo/cubo está normalizado na DIN 3689-1 “Conexão eixo/cubo – Perfis H hipotrocoides — Parte 1: Geometria e medidas”.

De acordo com essa norma, um perfil do polígono com três flancos e um diâmetro do círculo máximo inscrito e do círculo mínimo circunscrito de
da = 22 mm e di = 18 mm
, respectivamente, é designado da seguinte forma:

H3 – 22 x 18


“Particularmente no caso de conexões eixo/cubo, os polígonos são altamente confiáveis e duradouros. Através do ciclo de torneamento poligonal INDEX criamos uma ferramenta com a qual podemos apoiar de forma excelente nossos clientes.”

O Dr.-Ing. Volker Sellmeier conduz o desenvolvimento tecnológico na INDEX


Downloads

pdf
pdf
Estudo de caso

Engrenagem de rodas cônicas do que existe de melhor

Baixar
pdf 5 MB
Baixar
pdf 5 MB
pdf
pdf
Brochura

Corte de engrenagens cônicas INDEX

Baixar
pdf 2 MB
Baixar
pdf 2 MB